.
.

O QUE MAIS LHE INTERESSA SOBRE ORIXÁS:

SOBRE O SEU ORIXÁ DE CABEÇA:

Páginas Visitadas

ORIXÁS, UMBANDA E CANDOMBLÉ

POR AMOR AOS ORIXÁS - ANO III

Seguidores

Seguir por Email

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Oferenda, Comida, Ebó de Nanã Buruquê

COZINHA RITUALÍSTICA

Canjica branca
Canjica branca cozida, leite de coco. Colocar a canjica em tigela de louça branca, despejando mel por cima, e uvas brancas, se desejar.


……
……




Berinjela com inhame
Berinjela aferventada e cortada verticalmente em 4 partes; Inhames cozidos em água pura, com casca, e cortados em rodelas.; Arrumados em um alguidar vidrado, regado com mel.

Sarapatel
Lava-se miúdos de porco com água e limão. Corta-se em pedaços pequenos e tempera-se com coentro, louro, pimenta do reino, cravos da índia, caldo de limão e sal. Cozinha-se tudo no fogor. Quando tudo estiver macio, junta-se sangue de porco e ferve-se. Sirve-se, acompanhado de farinha de mandioca torrada ou arroz branco.

Paçoca de amendoim
Amendoins torrados e moídos misturados com farinha de mandioca crua, açúcar e uma pitada de sal.

Efó
Ferve-se 1 maço bem grande de língua de vaca, espinafre ou beterraba. Depois amassar até virar um purê; Passa-se por uma peneira e espalhe a massa para evaporar toda a água; Depois de seca, coloca-se numa panela, junto com azeite de dendê, camarões secos, pimenta do reino, cebola, alho e sal. Cozinha-se com a panela tampada e em fogo baixo; É servido com arroz branco.

Aberum

Milho torrado e pilado.
Obs. Nanã também recebe:Calda de ameixa ou de figo; melancia, uva, figo, ameixa e melão, tudo depositado à beira de um lago ou mangue.

umbanda.wordpress.com/2007/01/.../nana/
___________________________________
Dóbóró
Ingredientes

2k de feijão fradinho
500ml de dendê
2 cebolas grandes descascadas e trituradas ou raladas
300g de camarão seco triturado
Sal a gosto
Preparo

Colocar de de molho o feijão depois de escolhido devidamente, algumas horas antes de descascar. Depois descascar um a um retirando o olho do feijão e a película que envolve o grão. Levar o refogado ao fogo de dendê, cebola e camarão, depois misturar com cuidado o feijão no refogado para que não se separe a banda, e não quebre o feijão mexendo lentamente com a colher de pau. Deixar esfriar, colocar em vasilha de barro ou louca e estará pronto
www.maze.kinghost.net/displayorixas.aspx?...nana
__________________________________

pirão com batata roxa e jaca.
__________________________________

Oferenda: Velas lilá, branca, prata, melancia, melão, ameixa, ameixa em calda, jabuticaba, figo, champanhe rose, vinho licoroso rose, flor do campo lilás, colônia branca e lilás, quaresmeira, violeta, azaléia, hortênsia. Pode oferendá-la num lago ou mangue.
www.seteporteiras.org.br/Nanaburuque.php
______________________________

Oferendas: champagne rosé, vinho de cereal, calda de ameixa ou de figo, melancia, uva, figo, ameixa, melão, mingau de sagu, milho branco e arroz
religiaoespirita.com/umbanda/nana-buruque/
_______________________________

Oferendas Frutas com Mel - Pudim de Pão
www.casadombosco.com.br/nana.htm
_________________________________

NA NAÇÃO - SARAPATEL
Alimento preparado com fressura de porco.
Ao ser abatido, recolhe-se todo o sangue do suíno que depois de coagulado será bem ferventado.
Pega-se as tripas e as vísceras que compõem a fressura (fígado, bofe, coração, língua, passarinha etc...), limpa-se muito bem e esfrega-se limão em tudo, levando-se ao fogo para dar uma fervura.
Prepara-se o tempero: cebola, sal, salsa, coentro, hortelã e dois dentes de cravo moídos; tritura-se bem os temperos (pilão ou moinho) e os juntamos aos miúdos já picados e leva-se ao fogo para o cozimento definitivo; junta-se o sangue bem esfarelado ou picadinho. Fervido mais um pouco, e está pronto o SARAPATEL.

NO OMOLOCÔ - CARURU sem azeite e bem temperado.
geocities.ws/umbandaracional/cozinhadesanto.html
___________________________________

NOTA
No Candomblé, os sacrifícios a Nanã não podem ser feitos com instrumentos de metal e o itã que explica esta quizila conta que todos os Orixás estavam reunidos para decidir qual era o mais importante entre eles, e quando todos estavam consentindo a favor de Ogum, pois ele teria inventado os instrumentos de metal como a faca, por exemplo, de grande valia para a humanidade, Nanã discordou, apanhou uma galinha e torceu seu pescoço com as próprias mãos, mostrando assim que não dependia da faca de Ogum.
Textos extraídos do livro
"CARMA - AQUILO QUE DEIXAMOS DE FAZER"

POSTAGENS RECENTES

PESQUISAR ESTE BLOG

ARTIGOS SUGERIDOS

PÁGINA INICIAL

PÁGINA INICIAL
click na imagem

ORIXÁ EXÚ

ORIXÁ EXÚ

ORIXÁ OGUM

ORIXÁ OGUM

ORIXÁ IANSÃ

ORIXÁ IANSÃ

ORIXÁ XANGÔ

ORIXÁ XANGÔ

ORIXÁ OXUM

ORIXÁ OXUM

ORIXÁ OXÓSSI

ORIXÁ OXÓSSI

ORIXÁ IEMANJÁ

ORIXÁ IEMANJÁ

ORIXÁ OMOLÚ

ORIXÁ OMOLÚ

ORIXÁ NANÃ BURUQUÊ

ORIXÁ NANÃ BURUQUÊ