.
.

O QUE MAIS LHE INTERESSA SOBRE ORIXÁS:

SOBRE O SEU ORIXÁ DE CABEÇA:

Páginas Visitadas

ORIXÁS, UMBANDA E CANDOMBLÉ

POR AMOR AOS ORIXÁS - ANO III

Seguidores

Seguir por Email

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Orixá Nanã: Características Gerais

Elemento e força da natureza correspondente à Nanã: são todas as águas e também o fluído animal.
Dia da semana: Ela atua todos os dias das 18hs às 0hs, porém seus dias de maior vibração, são os sábados e domingos.
Chacra atuante: frontal e básico
Planeta regente: Lua (no quarto crescente) e Mercúrio
Cor vibratória: violeta ou roxo
Cor representativa: roxa (roupas, etc.)
Cor da guia (colar): roxa e branca
Saudação: Saluba Nanã
Negativo: Nanã Burucum (vide nota *)
Comida: caruru sem azeite e bem temperado
Bebida: água mineral, água natural ou champanhe
Local de entrega: igual ao das Almas
Comando da falange de Nanã: Cabocla Janaína
Representação no ponto riscado: uma cruz

* Temos Nanã Buruque, que na Umbanda é Avó de Oxalá (Positiva) e Nanã Burukum, Mãe de Exú (Negativa)
Conforme o site cccj.webnode.com/.../linha-das-senhoras/
_______________________________

Nanã é conhecida, por dois nomes distintos: Nanã Buruquê, a Avó de Oxalá e Nanã Burucum – Nanã-Buruku (iku, “morte”), a Mãe de todos os Exus.

Deusa dos rios, lagos e pântanos

A Mãe das águas e das Iabás (Orixás femininos), pois é a mais velha das mães. É a senhora de muitos búzios, que simboliza a morte por estarem vazios e a fecundidade porque lembrarem os órgãos genitais femi­ninos. Nanã sintetiza em si a vida e a morte, a fecundidade e a riqueza.Seu nome designa pessoas idosas e respeitáveis e, para os povos jêje, da região do antigo Daomé, Nanã significa mãe. A grande Mãe da Sabedoria.

É festejada dia 26 de julho

Sua Saudação:Saluba Nanã (dona do pote da Terra)

Sincretismo:Nossa Senhora Sant’ana

Suas Ervas:assa-peixe, agapanto-lilás, alfava­ca, avenca, cedrinho, erva-cidreira, ma­caçá, manacá, quaresmeira, man­je­ricão da folha roxa, folha de limão, lágrimas de Nossa Senhora (folhas), mas­truço, rosa branca (folhas), pari­paroba, erva-de-santa-luzia, quina ro­xa, abóbora dantas, vitória-régia, açu­cena, suma roxa, folha da fortuna, viuvinha (trapoeraba roxa), samam­baia, melão de São Caetano.

Suas Flores:Crisântemo branco ou roxo, rosa e palma branca

Sua Cor:Violeta ou lilás (sabedoria)

Seu Símbolo: Vassoura de palha ou Ibiri (cetro de palha da costa, com talos de dendezeiro e búzios) que ela traz na mão para afastar a morte.

Sua Guia de contas: Cristal lilás ou pedra ametista

Sua Pedra: Ametista

Domínio: Lama e pântanos

Elemento: Água da chuva e terra (lama)

Para Oferendá-la:Velas brancas, roxas e rosa; flores brancas e lilases, champagne rosé, calda de ameixa ou de figo; melancia, uva, figo, ameixa e melão, mingau de sagu, milho branco e arroz tudo depositado à beira de um lago ou mangue, com muito respeito e amor.

Conforme o site www.umbandacarismatica.org.br/.../nana/
___________________________________

NANÃ

Dia da semana: Terça-feira.
Saudação: Saluba Nanã.
Cores: Roxo.
Sincretismo: Santa Ana comemorada em 26 de julho.
Símbolos: Vassoura e o Ibirí.
Onde recebe oferendas: Onde exista argila, barro.
Principais oferendas: Velas na cor lilás, pirão, paçoca de amendoim e sarapatel.
Bebida: Vinho.
Elemento: Argila, barro, terra.
Animais: Rã.
Comida: Pirão, jaca, sarapatel.
Domínio: Lugares com barro, pântanos.
Particularidade: É a responsável pela reencarnação, cuida do corpo dos mortos e recria a vida.
Características: Interessante, madura, séria, super protetora, ranzinza e vingativa.
Quizíla: Objetos feitos de metal.

Conforme o site www.girasdeumbanda.com.br/o_nana.asp
___________________________________

Sincretismo: Nossa Senhora de Sant’Anna
Sexo: Feminino
Cor: Verde água, lilás ou violeta
Características: Senhora do tempo e da sabedoria. Calmaria nos estudos e no trabalho, retira a angústia.
Ferramenta: Canjica Branca, palha, velas e fita branca
Flor: Crisântemo branco ou roxo, rosa e palma branca
Ervas: avenca, cedrinho, erva-cidreira, man­je­ricão de folha roxa, folha de limão, lágrimas de Nossa Senhora (folhas), rosa branca (folhas), erva-de-santa-luzia, quina ro­xa, abóbora dantas, vitória-régia, folha da fortuna, samam­baia, melão de São Caetano.
Oferendas: champagne rosé, vinho de cereal, calda de ameixa ou de figo, melancia, uva, figo, ameixa, melão, mingau de sagu, milho branco e arroz
Guia: contas de cristal verde água, lilás ou violeta ou ametista
Local: Emboca do rio, lama do fundo dos rios, pântanos, mangue
Comemoração: 26 de jullho
Saudação Nanã: Saluba Nanã (dona do pote da Terra)

Conforme o site religiaoespirita.com/umbanda/nana-buruque/
_________________________________________

POSTAGENS RECENTES

PESQUISAR ESTE BLOG

ARTIGOS SUGERIDOS

PÁGINA INICIAL

PÁGINA INICIAL
click na imagem

ORIXÁ EXÚ

ORIXÁ EXÚ

ORIXÁ OGUM

ORIXÁ OGUM

ORIXÁ IANSÃ

ORIXÁ IANSÃ

ORIXÁ XANGÔ

ORIXÁ XANGÔ

ORIXÁ OXUM

ORIXÁ OXUM

ORIXÁ OXÓSSI

ORIXÁ OXÓSSI

ORIXÁ IEMANJÁ

ORIXÁ IEMANJÁ

ORIXÁ OMOLÚ

ORIXÁ OMOLÚ

ORIXÁ NANÃ BURUQUÊ

ORIXÁ NANÃ BURUQUÊ